domingo, 16 de maio de 2010

Eu & Eu

Escrevo-te esta carta, não pra te julgar, e muito menos pra mudar o teu jeito de pensar que acha que entende de tudo.
Você sabe que as coisas não são assim, que nada cai do céu, e que não existe mudanças mágicas.
Sabe também que, o amor não é só uma palavra, o amor é muito mais que isso, o amor não é só um encaixe de um alguém entrando na sua vida. O amor é teu fruto, é lhe dado ao nascer, amor vem de dentro, amor vem do nada, amor vem e vai, vem e vai.
Queria dizer também que você é bom, sabe o que quer, sabe o que faz, mas que muitas vezes perde por preguiça de tentar, de arriscar-se mais.
Digo-lhe também que não precisa tomar decisões sozinho e precipitadas, estou aqui, tão perto de ti, grudado a ti, mais você nunca me ouve, acha que agindo assim sozinho vai chegar em algum lugar. Eu nasci, cresci e morrerei com você, sei quando estás bem, quando estás mal. Quando algo te preocupa, quando as coisas não vão bem.
Larga esse orgulho todo, e abra tua boca, deixe que tua voz paire no ar. Ei me ouça, querendo ou não eu sou teu guia, teu porto seguro, sou eu quem sempre lhe salva no ato, no ato de grandes merdas que sempre faz quando age sozinho.
Seja menos imprevisível, não exalte tanto mistério, não esconda no canto empoeirado palavras que devem ser ditas, seja mais comunicativo, mais ativo, mais compreensivo, menos complicado por favor.
Você muitas vezes me deixa alterado, me deixa com a cabeça quente com sua atitude arrogante e egoísta de agir sozinho, porra, olha pra mim, me entenda, me ouça uma vez na tua vida, sei que não vai se arrepender de pensar duas vezes antes de fazer algo, sei que você é o mais forte de nós dois, mais eu nao sou nada sem você e você não é nada sem mim. Temos o mesmo destino, o mesmo corpo, a mesma alma, mais infelizmente pensamos e agimos diferente um do outro, mais isso não há de atrapalhar em nada, só atrapalha quando agimos sozinhos, quando somos egoísta um com o outro, confesso que também não sou perfeito, tenho meus problemas e defeitos incontáveis, que não vem ao caso.
E mais uma coisa, não adianta querer discutir comigo, ficar de mal, ou coisa do tipo, não quero que seja como eu, não desejaria isso a ti, só queria que ousase mais em me perguntar uma segunda opção pra tuas escolhas, posso ser a luz, ou teu apagão. De mãos dadas e com muita cautela podemos vivenciar tudo de modo mais simples, prático e único.
Queria eu escrever muita coisa, mais fui breve, você tem muito que aprender, muito que evoluir, eu nasci contigo, porém, sou mais sábio, e Deus sabe o que faz, já fez o coração abaixo da cabeça pra que teu sentimento egoísta nunca me ultrapasse... Assinado RAZÃO.
(Larissa Lais)

Nenhum comentário:

Postar um comentário